Sead inicia programação sobre readaptação funcional de servidores

 

 
A Diretoria de Gestão da Política de Saúde Ocupacional do Servidor (DSO) da Secretaria de Estado de Administração (Sead) deu início nesta quarta-feira, 11, ao ciclo de palestras e oficinas que vão abordar a readaptação funcional dos servidores estaduais. A ação conta com atividades terapêuticas que visam minimizar os problemas de saúde dos servidores readaptados.
 
Os encontros continuarão nos dias 19 e 26 de março e 1º, 8 e 15 de abril, na sede da Sead. Participaram cerca de 60 servidores lotados na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Hemopa, Fundação Cultural do Pará (FCP), Superintendência do Sistema Penal do Pará (Susipe) e Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará).
 
A coordenadora de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho da Sead, Ana Lúcia Feio, fez a abertura do evento com alguns esclarecimentos sobre o tema. “Fizemos uma pequena explanação quanto ao que consta no Regime Jurídico Único (RJU) sobre readaptação, além de respondermos a algumas perguntas frequentes. Esperamos contribuir para o entendimento deles sobre seus direitos e seus cuidados com a sua saúde”, disse. Em seguida foi realizada a oficina “Cuidados osteomusculares para servidores readaptados”, ministrada pelas técnicas Luciana Amorim e Aline Couto.
 
Liziane Gabriel, servidora estadual há 14 anos, lotada atualmente na Adepará, é médica veterinária e adquiriu algumas limitações físicas com o passar dos anos, o que a deixou impossibilitada de exercer 100% de suas funções. “O amor pela nossa profissão nos faz querer executar as mesmas atividades de sempre, mas quando adquirimos limitações no corpo precisamos entender que não é mais possível. Temos que nos adaptar às mudanças, às limitações físicas e psicológicas e mostrar para nossa chefia que somos capazes de desempenhar a atividade com a ajuda da readaptação. Achei muito favorável esta discussão aqui na Sead, pois é uma porta que se abre para aprendermos a ver a nossa condição de uma outra forma” elogiou Luziane.
 
A professora Sandra Alves, lotada na Seduc e Secretaria de Estado de Cultura (Secult), é servidora estadual há 15 anos e também aproveitou a ocasião para expor sua situação e aprender a lidar com ela. “Com o passar dos anos eu adquiri doenças físicas e neurológicas e pra mim é muito importante a discussão, uma vez que existem várias doenças ocupacionais de trabalho e muitos servidores não sabem lidar com elas. É essencial também que as nossas chefias imediatas tenham o esclarecimento sobre a nossa condição enquanto servidores readaptados, saber que nós não podemos executar determinados tipos de trabalho. Por isso, parabenizo essa ação que busca ouvir os nossos anseios e melhorar o nosso dia a dia enquanto servidores públicos do estado do Pará”, agradeceu Sandra.
 
Programação
 
No próximo dia  19 de março haverá a palestra: Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho: conhecer para prevenir; e orientações ergonômicas e posturais (atividades práticas). Já no dia 26 de março, será realizada oficina de cuidados com a coluna vertebral: teoria e prática de alongamentos para a coluna.
 
No dia 1º de abril será a vez da oficina de ginástica terapêutica Oriental Lian Gong (1ª parte); E no dia 8 de abril, da oficina de ginástica terapêutica Oriental Lian Gong (2ª parte). Para finalizar o ciclo de atividades, será realizada no dia 15 de abril, a dinâmica de grupo e o feedback da equipe e dos servidores sobre os encontros.
 
NCS/SEAD