I Encontro Regional de Educação para o Trânsito

21/06/2016 13:41
24/06/2016 13:41
America/Belem

No período de 22 a 24 de junho, o Departamento de Trânsito do Estado (Detran) promove o I Encontro Regional de Educação para o Trânsito, que reúne representantes de órgãos e entidades executivos de trânsito dos municípios sediados no Pará. O evento conta com o apoio da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A proposta do encontro é que cada instituição apresente suas melhores práticas de educação para o trânsito, bem como proporcionar uma troca de experiências com outras entidades que mantêm projetos voltados à mudança de comportamento no trânsito, por meio da educação, além de promover maior articulação entre as instituições que desenvolvem ou que pretendem desenvolver ações e campanhas voltadas à prevenção de acidentes nos seus municípios, oportunizando uma mobilização para a realização de ações territorializadas, que estimulem a mudança de comportamento e melhorias no trânsito local.

A programação prevê discussões, mesa-redonda, debates, apresentação e exposição de trabalhos. De acordo com a Coordenadoria de Educação do Detran/PA, organizadora do evento, 23 municípios já estão confirmados e estarão representados no encontro, voltado a prefeitos, servidores de órgãos municipais de trânsito e demais interessados. Também atuam no evento como parceiros o Sest, Senat, Associação Paraense de Motociclistas (Aspamoto), Ordem dos Advogados do Brasil Seção Pará (OAB-PA), Projeto Qualificar para a Vida (PROQUAVI) e SINDCFC (Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Pará).

Estatísticas

O mau comportamento, que resulta em imprudências diversas, ainda é a principal causa de acidentes de trânsito. O dado é comprovado nos registros das infrações mais cometidas nas vias do Pará, que são o excesso de velocidade, não uso do capacete por condutores e passageiros e o avanço do sinal vermelho.

Outro dado aponta que no primeiro quadrimestre deste ano foram registrados mais de dez mil acidentes em todo o estado. Só em Belém, onde está concentrada a maior frota do Pará (1.767.911), com 417.998 veículos, a média é de aproximadamente 30 acidentes por dia.

As estatísticas levantadas pelo Detran mostram, também, que a maioria dos acidentes acontece às sextas-feiras e aos sábados e têm como principal causa a falta de atenção do condutor. Na capital, a avenida Augusto Montenegro é a via onde está concentrada a maioria das ocorrências. Somente este ano (até março) foram registradas 144 ocorrências do tipo.

Quando o assunto é trânsito, os números de acidentes são comparáveis aos números de uma guerra. De acordo com dados de 2014 da Organização Mundial da Saúde (OMS) 52 mil pessoas foram vítimas de acidentes automobilisticos no Brasil. No âmbito regional, os números mostram que de cada 10 leitos ocupados no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), seis estão ocupados por vítimas acidentes de trânsito. Estas ocorrências geram para o Estado um gasto de cerca de quatro milhões, segundo dados da OMS.

Outro número alarmante envolve condutores de motocicletas. Até o final do ano passado, 55.110 veículos se envolveram em acidentes de trânsito. Desses, mais de 35% (19.991) foram motocicletas. Esses e outros temas serão objeto de análise e debates durante a realização do I Encontro Regional de Educação para o Trânsito. 

Fonte: Agência Pará

http://www.agenciapara.com.br/Pauta/18710/i-encontro-regional-de-educacao-para-o-transito