Governo do Estado afirma que não há corte nos salários dos médicos

 

 

A secretária de Estado de Administração, Alice Viana, e a secretária adjunta de Estado de Saúde Pública, Heloisa Guimarães, reuniram-se na manhã desta segunda-feira, 12, no gabinete da Sead, com o diretor administrativo do Sindicato dos Médicos do Estado do Pará (Sindmepa), Dr. João Gouveia, para esclarecer que as folhas de pagamento dos hospitais Ophir Loyola, Santa Casa, Abelardo Santos, Hospital de Clínicas e Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia (Hemopa), não foram afetadas no que se refere ao pagamento de plantões e sobreaviso dos médicos.

A secretária Alice Viana explicou que as medidas estabelecidas por conta da extrapolação do limite prudencial de gastos previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal referem-se ao pagamento da gratificação de tempo integral, pagamento de horas extras e distrato de temporários no limite de ingressos de concursados. No entanto, sobre o pagamento de plantões e sobreavisos dos médicos, os órgãos da saúde apresentarão na folha de novembro (paga em dezembro) a redução na ordem de 10%, em relação aos valores pagos no mês de agosto.

“Os plantões e sobreavisos ocorrem de forma crescente, por isso a necessidade de tomarmos essa medida, que será adequada com o controle dos gastos dessas gratificações das atividades-meio administrativas”, disse Alice Viana. A titular da Sead alegou que a suposta redução acima de 10% é apenas especulação, pois não foi oficializada por parte do Governo.

Na oportunidade, em relação ao Plano de Cargos de Carreiras e Remuneração (PCCR), Alice informou que o Estado contratou uma consultoria especializada que apoia o trabalho dos técnicos da administração estadual no sentido de reestruturar os cargos de diversas áreas. A conclusão da consultoria está prevista para 2013, com o estabelecimento das diretrizes gerais dos planos de carreiras que serão discutidos com todas as categorias, inclusive com a área médica.

Também estiveram presentes na reunião a secretária adjunta da Sead, Ruth Pina, o diretor de Operações do Sistema de Gestão de Pessoas, Silvestre Guimarães, e a diretora de Administração e Finanças da Sespa, Rosangela Brandão.

 

Ascom/Sead