Estado discute com sindicato reivindicações de professores

 O governo do Estado mostrou mais uma vez que mantém o canal de negociação aberto com o funcionalismo público. A primeira reunião do ano com representantes dos servidores da educação aconteceu na manhã desta quarta-feira (8), no Centro Integrado de Governo (CIG). Durante duas horas, foram discutidos alguns pontos de uma pauta de 26 itens proposta pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp).

 
O secretário especial de Estado de Promoção Social, Nilson Pinto, presidiu a reunião, que teve a presença dos secretários de Administração, Alice Viana, e de Educação, Cláudio Ribeiro, do secretário adjunto de Gestão da Seduc, Waldecir Costa, e da coordenadora de Recursos Humanos da secretaria, Maria José Brígido. Também esteve presente uma comissão de seis pessoas representando o Sintepp.
 
O primeiro assunto tratado foi a questão do piso nacional dos professores. Alice Viana informou que o Pará pagou para os profissionais da educação em janeiro o valor de R$ 1.244, superior, portanto, ao valor vigente do piso, que é de R$ 1.187. O Ministério da Educação (MEC) ainda não se posicionou acerca do valor que vigorará este ano.
 
A titular da Sead explicou ainda que a Seduc pagou a grande maioria das pendências acumuladas na remuneração de professores este ano, totalizando cerca de R$ 32 milhões. Outras duas reuniões foram marcadas. A próxima será na sede da Seduc, dia 16 deste mês, para prosseguimento da pauta do Sintepp. A outra acontece novamente no CIG, dia 28 de fevereiro.