Cronograma de Pagamento do Estado (Abril 2011)

Cronograma de pagamento do Estado (Abril de 2011)

26/04
Inativos (civis) e pensionistas especiais (Sead)
27/04
Pensionistas (civis e militares), Auditoria, Casa Civil, Casa Militar, Consultoria Geral, Defensoria Pública, Gabinete da Vice-Governadoria, NGPR, Procuradoria-Geral do Estado, Segov, Sepe, Sepaq, Seir, Sedect, Sead, Sefa, Sepof, Sagri, Sema, Secult, Sedurb, Seel, Seicom, Sejudh, Seop, Sespa, Seter, Sedes, Setran e Secom.
28/04
Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Segup, Adepará, Arcon, Asipag, CDI, Ceasa, Cohab, Centro de Perícias Renato Chaves, Detran, EGPA, Emater, FCG, FCPTN, FCV, Funcap, Funtelpa, Fapespa, Hospital de Clínicas, Hospital Ophir Loyola, Hemopa, IAP, Imep, Iasep, Igeprev, Ioepa, Iterpa, Jucepa, Paratur, Prodepa, Santa Casa, Susipe, Uepa, Ideflor, Idesp e Loterpa
29/04
Seduc

 
 
A folha de pagamento do pessoal do Estado recebe este mês um acréscimo de R$ 9 milhões, graças ao reajuste de 6,31% concedido pelo governo do Estado a mais de 90 mil servidores, para cobrir as perdas inflacionárias do período. O pagamento de abril começa nesta terça-feira (26), pelos servidores inativos e os que recebem pensões especiais, e prossegue até o dia 29, mantendo, assim, a política estadual de pagar os salários de todo o funcionalismo antes do fim de cada mês.
 
O aumento é válido já neste contracheque e foi garantido pela secretária de Estado de Administração, Alice Viana, durante reunião com representantes da Intersindical, que congrega 12 sindicatos de diversas categorias de servidores. O secretário de Governo, Sérgio Leão, disse que o reajuste, baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é o limite do que o Estado pode conceder hoje diante de um cenário financeiro apertado.
 
Segundo o cronograma divulgado pela Secretaria de Estado de Administração (Sead), o pagamento continua dia 27, com os pensionistas militares e civis e os servidores dos órgãos da administração direta, como as secretarias e a Vice-Governadoria. Dia 28, será a vez do pessoal da área de segurança e da administração indireta, que inclui as autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista.
 
O pagamento do funcionalismo estadual - que representa atualmente um custo de cerca de R$ 190 milhões aos cofres públicos - termina dia 29, com os servidores da maior folha do Estado, que é a da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), composta por 40 mil funcionários. Os salários podem ser sacados em qualquer agência do Banco do Estado do Pará (Banpará).