Alice Viana apresenta reestruturação de cargos em congresso nacional

 

 A reestruturação do quadro de cargos efetivos do Poder Executivo do Pará foi tema do painel “Gestão de RH por resultados”, apresentado pela secretária de Estado de Administração, Alice Viana, no VI Congresso Consad, em Brasília, na última terça-feira (16). O projeto integra o conjunto de ações do Modelo de Gestão por Resultados do Pará e dá cumprimento ao planejamento estratégico do governo do Estado. O congresso, promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Estado de Administração (Consad), prossegue até esta quinta-feira (18).
 
 
 
“Este é um dos projetos mais estruturantes para a área de gestão de pessoas no âmbito do Estado do Pará”, disse a secretária. “Ele permite que possamos ter as carreiras de Estado definidas e ainda uma política que estabeleça diretrizes para a elaboração dos Planos de Cargos e Carreiras e Remuneração, tanto do quadro geral da administração, como dos diversos órgãos e entidades com demandas especificas”, acrescentou.
 
O projeto, detalhou a secretária, estabelece um conjunto de princípios, diretrizes, orientações estratégicas e normas para os quadros de cargos de provimento efetivo e das carreiras do Estado. Alice Viana destacou ainda alguns desafios que a administração pública enfrenta no momento. “Atualmente, todos os Estados brasileiros vivem o grande desafio de fazer política de gestão de pessoas, considerando a crise fiscal e financeira, que requer um alto grau de alinhamento, políticas inteligentes e de fato um planejamento estratégico estruturado, para que não provoque um desequilíbrio nas contas públicas”, considerou.
 
 
Dentre os desafios pontuados pela secretária, estão: o quantitativo de servidores que vai se aposentar nos próximos cinco anos (cerca de 15 mil); a oferta de 40 concursos públicos nos últimos quatro anos, que não foram suficientes para atender as necessidades geradas; o aumento da demanda de novos servidores; a falta de uma metodologia consistente que permita definir a demanda de pessoal por órgão ou entidade; e a perda dos recursos advindos do Fundo de Participação dos Estados (FPE).
 
Alice Viana disse que o trabalho deve estar concluído em novembro deste ano, sob coordenação da Secretaria de Estado de Administração (Sead), no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Modernização dos Estados e do Distrito Federal (Pnage), com a consultoria do Instituto Publix, empresa que trabalhou na modernização da gestão de diversos Estados brasileiros. “Não poderia deixar de ressaltar o fundamental patrocínio que permitiu estruturarmos uma política de gestão nesse sentido, tal qual é o do núcleo estratégico do governo, consolidado pela pessoa do governador, do vice-governador e dos secretários especiais”, completou.
 
“O principal objetivo deste trabalho é consolidar de fato um modelo que seja capaz de introduzir na administração do Estado o conceito da profissionalização, da capacitação permanente como uma atividade perene, que vai de fato promover a melhoria da qualidade da prestação de serviços no âmbito do Estado”, concluiu a secretária.
 
 
 
Ascom/Sead